Olá a todos

Seja BEM-VINDO

Este meu novo espaço que em 6 de Abril de 2011, se abriu a todos, não é "mais um", mas sim, um novo espaço onde todos poderão dar o seu contributo da forma que melhor entenderem. Todas as participações, sugestões e comentários serão bem acolhidos.

Com a regularidade que me for possível irei alimentar este meu espaço com o que de melhor tenho feito em termos de modelismo estático na escala 1/43.

Posto isto, só me resta dar as BOAS-VINDAS a todos quantos me visitarem, e fazer com que este espaço seja um dos "cantinhos" de partilha e amizade.

Um Abraço
SMILEY


terça-feira, 14 de agosto de 2018

TRIUMPH DOLOMITE SPRINT - Brian Culcheth/Jonhstone Syer - RALLY TAP 1972

Olá a todos

O modelo de hoje, foi construído a pedido de um amigo que nutre uma particular simpatia por esta marca.

O modelo pode dizer-se em boa verdade que é "simplório" a todos os níveis, mas que no final resulta num modelo  interessante e agradável aos olhos de quem o vê, ainda para mais agora incluído na enooooooorme vitrine que o meu amigo possui em sua casa.
Para a construção, recorria a uma base da ATLAS, que por sinal apresenta um excelente nível de qualidade, tanto nas linhas linhas gerais do carros como também nos detalhes do interior.
Por isso, e começando pelo interior, o trabalho exigido foi escasso, tendo apenas de substituir a baquet original por dois bancos usados na época. todo o restante detalhe incidiu na montagem de cintos, extintor, apoio de pés na lado do navegador e um Halda-
Já no que se refere à carroçaria, apenas tive de suprimir os pára-choques da frente e traseira, montar um conjunto de dois faróis suplementares e uma protecção nas ópticas inseridas na grelha principal.
No que se refere à decoração, depois de todo decapado e repintado em branco e o capot do motor em preto opaco, apenas tive de recriar os frizos cromados existentes no carro real.
Já ao nível dos decalques,tive de os desenhar  vectorialmente e depois imprimi-los.
Resultado: Em meu entender, obtive um modelo simples e bonito que dá gosto ter em qualquer colecção mesmo que inserido numa pequena vinheta de apresentação.

TRIUMPH DOLOMITE SPRINT 
Pilotos: Brian Culcheth/Jonhstone Syer
Prova: RALLY TAP 1972
Base de trabalho: Diecast ATLAS
Decalques: Homemade

O CARRO A REPRODUZIR


A BASE DE TRABALHO

O INTERIOR




O MODELO FINAL












E foi desta forma que deixei o meu amigo satisfeito e orgulhoso por ter na sua colecção um modelo quase raro ver-se e com alguma beleza.

Espero que tenham gostado.

Um abraço
SMILEY

sábado, 28 de julho de 2018

Modelos "nacionais" recentemente terminados (130)

Olá a todos

Mais um "nacional" desafiante.
O modelo que hoje vos mostro foi em tudo desafiante e aliciante sobretudo no timing em que me foi pedida a sua construção, (para uma situação muito específica) mas também pelo projecto em que a componente técnica foi algo exigente e minuciosa como poderão ver nas várias etapas da construção.

PORSCHE 928 S 
CNCC - Gr.3 - 2017
Piloto: José Jordão
Base de trabalho: SOLIDO
Decalques: Homemade

O CARRO A REPRODUZIR

A BASE DE TRABALHO - "SOLIDO"

O INÍCIO DO TRABALHO DE "CHAPEIRO"
Assim, e usando uma base Solido, que em meu entender disponha das características ideais para a construção, "apenas" tive de proceder à sua desmontagem total e de me aplicar na construção dos vários elementos aerodinâmicos  existentes . O spoiler frontal e um pequeno aerofólio na tampa da mala, este de alguma complexidade de construção devido à curvatura interior.







O INTERIOR - ANTES


O interior devido à parafernália de detalhes a montar, desde cablagens, tubagens de refrigeração, fios, barras, extintores, etc, etc.,ainda tive de construir o roll-bar integral, baquet, cintos, protecção da zona dos pés, e pedaleira.
Também o tablier foi merecedor de um trabalho de reajuste, com a implantação de um novo volante revestido na cor Carmin. Peço desculpa pela falta de fotos, mas... é daquelas coisas que nos acontecem quando temos algo interessante em mãos!
Além do interior, também a parte dos vidros os laterais traseiros e o para-brisas traseiro tiveram de ser "confecionados" devido à existência de aberturas de refrigeração e posterior ligação das tubagens interiores às referidas aberturas, cujo resultado é apenas visível aquando da montagem final do modelo.
Esta parte foi um trabalho de tentativa e acerto, mesmo tendo o molde e as medias bem tiradas há sempre pequenos erros que têm de ser revistos/reconstruídos de novo e após algumas tentativas lá consegui o resultado que pretendia.
Para rematar todo o conjunto foram montadas as rodas numas jantes de cinco braços, com pintadas em dourado e com a montagem dos discos de travão e pneus em borracha.

O INTERIOR FINALIZADO



O MODELO FINAL
Por fim, a parte da montagem final, onde a aplicação dos decalques apesar de muito escassos, deu um excelente visual ao modelo.









E pronto, mais um "nacional", que sei fez o seu proprietário sentir uma "vibração" muito forte assim que o teve nas mãos.
Espero que tenham gostado.

Um abraço
SMILEY